|  |  |  |
 
 
Poetas do Mundo - Portugal - Maria Azenha (1945  
 
 de " A lição do vento"

entre páginas de vento e sol

escrevo a minha vida
entre páginas de vento e sol.
alguns pássaros.
algumas alegrias.

algumas árvores
para lembrar o céu.


ou tão só
alguns breves intervalos
para escrever na Terra
os dias.



 

auto retrato

o meu caminho é um barco sem memória.
o meu destino é o que o vento quer.
há um rumor de velas
que o próprio mar devora.
o meu caminho é onde o mar estiver.





de A lição do vento, ed. átrio,1992


 
design by netsigma 
Site Meter